Skip to content Skip to footer

Youtuber americano participa de operações policiais em SP e gera polêmica sobre comemoração de mortes de criminosos

Policiais militares de São Paulo permitiram que um youtuber americano participasse de uma perseguição policial e posasse com uma arma, conforme mostrado em um vídeo divulgado recentemente. Nas imagens, um policial afirma em inglês ao criador de conteúdo Gen Kimura que mortes de criminosos são celebradas com “charutos e cervejas”. O youtuber passou o dia com os oficiais e participou de operações em três comunidades na zona norte de São Paulo, registrando tudo em seu canal do YouTube, que conta com 380 mil seguidores. Durante a perseguição, Kimura foi autorizado a entrar na viatura policial e acompanhar de perto as ações dos policiais. Além disso, o vídeo mostra o interior de um local onde são guardados armamentos da PM, expondo a fragilidade da segurança do local. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) afirmou que a participação de um civil em práticas militares não é permitida e que a frase sobre comemorar mortes não condiz com as práticas adotadas pelas forças de segurança do Estado.

Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

WhatsApp

O vídeo gerou polêmica e críticas por parte de especialistas em segurança pública. O conselheiro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e policial federal Roberto Uchôa destacou que a exposição do youtuber a situações de risco, sem o devido treinamento, pode colocar em perigo tanto ele quanto os policiais envolvidos. A SSP informou que solicitou esclarecimentos à Polícia Militar e que uma sindicância foi instaurada para apurar o caso e tomar as medidas necessárias. Apesar das declarações do youtuber de que o vídeo aborda temas controversos e não endossa discursos de ódio, discriminação ou violência, a repercussão do caso levantou questões sobre a conduta dos policiais envolvidos. A população tem uma visão crítica sobre a atuação da PM, especialmente diante de declarações que sugerem comemoração de mortes de criminosos em confrontos. A dinâmica do vídeo, que expõe a participação do youtuber em ações policiais, não está de acordo com as regras internas da Corporação, segundo a SSP.

Publicado por Heverton Nascimento

Leia também


Mbappé marca, mas França empata com Polônia no ‘lado da morte’ do mata-mata da Eurocopa


Nunes e Boulos aparecem em empate técnico em levantamento do Paraná Pesquisas

*Reportagem produzida com auxílio de IA

 

Leave a comment

0.0/5