Skip to content Skip to footer

Torcida do Fluminense lota Maracanã para dar boas-vindas a Thiago Silva

Com cantos, pirotecnia e jogo de luzes, milhares de torcedores do Fluminense receberam o zagueiro Thiago Silva, reforço do atual campeão da Copa Libertadores, em evento realizado na noite desta sexta-feira (7), no Maracanã, no Rio de Janeiro. “Obrigado por vocês terem tirado um tempinho tão especial na vida de vocês para estarem comigo aqui hoje. Vocês não sabem o quanto está sendo especial para mim estar voltando para casa”, disse o ex-capitão da seleção brasileira, minutos antes de vestir a camisa 3 do time do coração. Os torcedores do tricolor carioca aguardavam desde a tarde no emblemático estádio para dar as boas-vindas ao defensor de 39 anos, revelado nas categorias de base do Flu, time no qual jogou entre 2006 e 2008, antes de partir para o futebol europeu.

cta_logo_jp

Siga o canal da Jovem Pan Esportes e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

WhatsApp

Com 50 mil torcedores presentes, segundo o Fluminense, a recepção ao ‘Monstro’, como é conhecido o zagueiro, bateu o recorde local de público para apresentação de um jogador. A marca pertencia ao São Paulo (45 mil) desde 2011, quando apresentou o atacante Luís Fabiano, segundo a imprensa brasileira. O zagueiro, que poderá estrear após a abertura do mercado internacional de transferências, no dia 10 de julho, entrou em campo acompanhado da esposa e dos dois filhos, que vestiam a camisa tricolor. No Maracanã, Thiago Silva reencontrou ex-companheiros de seleção: o lateral Marcelo, o zagueiro Felipe Melo e o meia Renato Augusto, com os quais vai jogar pelo tricolor.

É a segunda vez que Thiago Silva retorna ao Fluminense. Embora tenha sido revelado nas categorias de base, ele saiu em 2003, aos 18 anos, para o RS Futebol, um modesto clube do Rio Grande do Sul, e depois para o Juventude de Caxias do Sul. Suas boas atuações o levaram à Europa pela primeira vez em 2005, ao Porto em Portugal e ao Dínamo de Moscou. Depois de uma primeira experiência sem brilho no ‘Velho Continente’, voltou ao clube carioca em 2006. Rapidamente se tornou ídolo e conquistou a Copa do Brasil de 2007. Em 2008, após perder a final da Libertadores para a LDU do Equador, se transferiu para o Milan, iniciando um período frutífero na elite do futebol europeu que também o levou a disputar quatro Copas do Mundo.

*Com informações da AFP

Leia também


Após VaideBet romper contrato de patrocínio, diretores abandonam gestão Augusto Melo no Corinthians


Zverev supera Casper Rudd e enfrentará Alcaraz na final de Roland Garros

 

Leave a comment

0.0/5