Skip to content Skip to footer

Sobe para 13 o número de mortes devido às fortes chuvas no Rio Grande do Sul

Subiu, na manhã desta quarta-feira (2), para 13 o número de mortos devido às fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul desde a segunda-feira (30). A informação é da Defesa Civil, que confirmou o número de 21 pessoas desaparecidas nos 134 municípios afetados pela tempestade. O presidente Lula anunciou que vai sobrevoar a região e se reunir com o governador Eduardo Leite, que decretou, na noite de terça (1º) estado de calamidade pública.

cta_logo_jp

Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

WhatsApp

A região registra um total de 5.257 pessoas desalojadas e 3.079 em abrigos, com aproximadamente 44.640 moradores impactados pelas chuvas intensas. O governo local emitiu um alerta para os moradores do Vale do Taquari deixarem áreas de risco e buscarem abrigos públicos ou locais seguros. Cidades como Estrela e Lajeado viram o nível do rio Taquari ultrapassar os 30 metros, superando enchentes anteriores. Sinimbu, no Vale do Rio Pardo, ficou isolada por 24 horas e enfrenta relatos de destruição após a passagem da enxurrada. A Defesa Civil Nacional alerta para o alto risco de enxurradas, alagamentos e inundações nas regiões metropolitanas do estado. A previsão de evacuação abrange diversas cidades, com destaque para Santa Tereza, Muçum, Roca Sales, Arroio do Meio, Encantado e Lajeado. O governador Eduardo Leite pediu que a população busque locais seguros e se mantenha em segurança.

Publicado por Heverton Nascimento

Leia também


Alerta de possível ruptura da Represa Dal Bó em Caxias do Sul gera evacuação da população


Governo do Rio Grande do Sul declara estado de calamidade pública

*Reportagem produzida com auxílio de IA

Leave a comment

0.0/5