Skip to content Skip to footer

Presidente do Solidariedade se entrega à PF após três dias foragido

O presidente do Solidariedade, Eurípedes Júnior, se apresentou à Polícia Federal do Distrito Federal neste sábado (15) para cumprir o mandado de prisão preventiva expedido contra ele. A defesa do dirigente afirmou que ele demonstrará sua total inocência diante dos fatos investigados no inquérito policial. Eurípedes é alvo de uma operação da PF que apura desvios de recursos do fundo partidário e eleitoral do Solidariedade nas eleições de 2022. Até então foragido, o presidente do partido foi localizado e já se encontra detido. Com a prisão de Eurípedes Júnior, o deputado federal Paulo Pereira da Silva, conhecido como “Paulinho da Força”, assumiu a presidência do Solidariedade.

cta_logo_jp

Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

WhatsApp

O dirigente afastado solicitou licença por tempo indeterminado do cargo, conforme previsto no estatuto do partido. A direção nacional do Solidariedade informou que Paulinho da Força, que ocupava a vice-presidência da sigla, assumirá as funções de presidente de forma temporária. A secretaria-geral do partido diz que tomará as medidas necessárias para garantir a continuidade da direção partidária durante o afastamento de Eurípedes Júnior.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Leia também


Na Suíça, Lula se pronuncia sobre indiciamento de ministro das Comunicações


PF apura desvios do fundo partidário e eleitoral nas eleições de 2022

Publicada por Felipe Cerqueira

Leave a comment

0.0/5