Skip to content Skip to footer

‘Em Gaza, vemos o legítimo direito de defesa se transformar em direito de vingança’, diz Lula no G7

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, mencionou o conflito entre Israel e o Hamas na Faixa de Gaza durante discurso na Cúpula do G7, nesta sexta-feira, 14. Ele criticou o que chamou de “violação cotidiana do direito humanitário”. “Em Gaza, vemos o legítimo direito de defesa se transformar em direito de vingança. Estamos diante da violação cotidiana do direito humanitário, que tem vitimado milhares de civis inocentes, sobretudo mulheres e crianças”, afirmou o presidente do Brasil. Lula acrescentou: “Isso nos levou a endossar a decisão da África do Sul de acionar a Corte Internacional de Justiça.” Na ocasião, o presidente brasileiro também propôs uma conferência internacional para tratar da questão ucraniana e disse que o Brasil condenou a invasão russa “de maneira firme”.

cta_logo_jp

Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

WhatsApp

Segundo texto divulgado pelo Palácio do Planalto, o presidente afirmou que “instituições de governança estão inoperantes diante da realidade geopolítica atual e perpetuam privilégios”. Além disso, afirmou que “o ano de 2023 viu o gasto com armamentos subir em relação a 2022, chegando a 2,4 trilhões de dólares”.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Leave a comment

0.0/5