Skip to content Skip to footer

Bandeira amarela: impactos na conta de luz e no meio ambiente

O recente anúncio da Agência Nacional de Energia Elétrica, ANEEL, sobre a ativação das termelétricas neste mês causa impactos econômicos e ambientais. Com o Brasil sob a bandeira amarela, a utilização dessas fontes de energia tem consequências diretas tanto no bolso do consumidor quanto no meio ambiente. As termelétricas são conhecidas por serem uma das fontes de energia mais caras. Em momentos de escassez hídrica, como o atual, quando os reservatórios das hidrelétricas estão em níveis baixos, o acioamento das usinas se torna necessário para garantir o abastecimento de energia. No entanto, essa medida tem um custo elevado, que é repassado diretamente aos consumidores. Com a bandeira amarela, a conta de luz sofre um acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 kWh consumidos. Esse aumento tem o objetivo de cobrir os custos adicionais de produção de energia e afeta principalmente os consumidores de baixa renda.

cta_logo_jp

Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

WhatsApp

Além do impacto econômico, as termelétricas utilizam combustíveis fósseis como carvão, óleo combustível e gás natural para gerar eletricidade, essas usinas emitem grandes quantidades de gases de efeito estufa, como dióxido de carbono (CO₂), contribuindo para o aquecimento global e mudanças climáticas. As emissões de poluentes atmosféricos, como dióxido de enxofre (SO₂) e óxidos de nitrogênio (NOₓ), também são preocupantes, pois podem causar problemas de saúde pública, incluindo doenças respiratórias e cardiovasculares. A poluição gerada pelas termelétricas não afeta apenas a qualidade do ar, mas também pode contaminar solos e cursos d’água, o que prejudica ecossistemas inteiros.

Caminho para energia mais limpa

energia renovável

Energia limpa: investimento em fontes renováveis, como eólica e solar, são mais baratas e sustentáveis

Para que o Brasil consiga fazer a transição para fontes de energia mais sustentáveis, é essencial adotar várias medidas e políticas que incentivem o uso de energias renováveis e melhorem a eficiência energética.  Nosso país é muito beneficiado com recursos naturais abundantes que facilitam esse processo. Para aproveitar o potencial do vento, é preciso expandir os parques eólicos e investir em tecnologias de armazenamento de energia. Fonte solar é outra boa alternativa tanto para uso doméstico, como industrial. Mas para isso, é necessário facilitar o acesso ao financiamento. Resíduos agrícolas e florestais podem gerar bioenergia e biogás.

De imediato e para não chegarmos à bandeira vermelha, é preciso investir na modernização da infraestrutura energética para reduzir perdas de transmissão e distribuição e melhorar a eficiência operacional das redes elétricas. O governo pode ainda estabelecer um marco regulatório para mais investimentos em energia renovável e estimular a inovação no setor energético. Alguns caminhos para energia mais limpa que são mais sustentáveis e, a longo prazo, se tornam mais baratas.

Leave a comment

0.0/5