Skip to content Skip to footer

Anvisa aprova projeto-piloto para bula digital de medicamentos

Os diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovaram um projeto-piloto para a implementação da bula digital de medicamentos no Brasil. A decisão aprovada nesta quarta-feira (10), marca o início de uma fase de testes que se estenderá até 31 de dezembro de 2026. A discussão sobre a bula digital começou em 2022 e, após passar por consulta pública em 2023, recebeu a aprovação necessária para ser implementada de forma experimental. A Anvisa concluiu que a bula digital não prejudica os consumidores e está alinhada com avanços tecnológicos observados em outras partes do mundo. A proposta indica que os medicamentos terão um QR Code na embalagem, permitindo que os consumidores acessem todas as informações necessárias diretamente pelo celular.

cta_logo_jp

Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

WhatsApp

Além das informações já presentes na bula impressa, a versão digital poderá incluir vídeos, fotos e explicações mais detalhadas sobre cada medicação. Apesar da implementação da bula digital, as farmácias e outros pontos de venda de medicamentos deverão manter uma comunicação visual clara informando que as bulas impressas continuam disponíveis. Os consumidores que preferirem a versão impressa poderão solicitá-la ao funcionário do estabelecimento. A Anvisa reforça que as bulas impressas devem estar sempre acessíveis à população, garantindo que ninguém seja prejudicado pela transição para o formato digital.

Publicado por Luisa Cardoso

Leia também


Farmácia Popular terá remédios para Parkinson, colesterol, glaucoma e rinite gratuitos


Câmara aprova texto-base do primeiro projeto de regulamentação da reforma tributária e inclui carne na cesta básica

Leave a comment

0.0/5